Secundaristas protestam contra a Reforma do Ensino Médio e o Escola Sem Partido em SP

Foto por Foto Ativismo

Entre 600 e mil estudantes secundaristas paralizaram a avenida Paulista em protesto contra a Reforma do Ensino Médio e o projeto Escola Sem Partido, na última sexta-feira, 24 de agosto. Os alunos, predominantemente das escolas públicas e das chamadas ETEC’s (Escolas Técnicas Estaduais de São Paulo), tinham como intuito inicial chegar à ALESP (Assembléia Legislativa de São Paulo). No entanto, o ato caminhou sob forte acompanhamento policial até o centro da capital paulista, onde se encerrou.

Este foi o segundo ato convocado pelos estudantes secundaristas nas últimas semanas, complementando de certa maneira a luta também dos professores contra o BNCC (Base Nacional Comum Curricular), que junto da Reforma do Ensino Médio configuram medidas do Governo Temer para sucatear o ensino público brasileiro.

Foto por Foto Ativismo

Com algumas paradas, alunos e alunas recitaram suas reivindicações e gritaram palavras de ordem em lugares estratégicos para o trancamento de vias, aumentando assim a visibilidade da causa, chamando a atenção dos trabalhadores para a situação precária a qual estão submetidos.

Após passarem pelo prédio da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, na praça da República, rumaram até o Centro Paula Souza, na região da Santa Ifigênia — palco e símbolo de muita resistência em 2016, quando foi ocupado e deu início à chamada Primavera Secundarista, notória mobilização contra a tentativa do desmonte da educação estadual do Governo de Geraldo Alckmin.

Foto por Foto Ativismo

 

 

Fonte: Foto Ativismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *