Moa, Presente! | Manifestação homenageia mestre Moa do Katendê, morto por apoiador de Bolsonaro

Centenas de pessoas se reuniram na Praça da República, centro de São Paulo, para destacar a memória do mestre de capoeira, morto na Bahia

Homenagem teve roda de capoeira, especialidade de Moa | Foto por Sérgio Silva/Ponte Jornalismo

apoeiristas, artistas, povos da cultura popular e do teatro reuniram-se no centro de São Paulo para homenagear o Mestre Moa do Katendê. Especialista em capoeira, Moa foi assassinado com 12 facas nas costas após uma discussão política em um bar na cidade de Salvador, na Bahia.

O assassinato aconteceu na noite do dia 7/10, exatamente quando aconteceu o primeiro turno das eleições presidenciais no Brasil. O assassino, Paulo Sérgio Ferreira de Santana, foi detido na mesma noite do crime.

Grupo colou sobre placas de ruas originais replicas com nome de Moa do Katendê e Marielle Franco, assassinada no RJ | Foto por Sérgio Silva/Ponte Jornalismo

Paulo confessou ter atacado o mestre por questões políticas. Ele apoia o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), cujas falas apresentam teor preconceituoso com mulheres, negros e população LGBT e atacou Moa, que disse ter votado no PT de Fernando Haddad.

Foto por Sérgio Silva/Ponte Jornalismo

A tradicional roda de capoeira da Praça da República, no centro de São Paulo, foi o ponto de encontro de centenas de pessoas que acompanharam de maneira emocionada, os cantos em homenagem ao Mestre.

Foto por Sérgio Silva/Ponte Jornalismo

Além dos capoeiras e artistas presentes, amigos próximos discursaram contra o ódio e a intolerância política no qual passa o país neste momento.

Foto por Sérgio Silva/Ponte Jornalismo
Foto por Sérgio Silva/Ponte Jornalismo
Foto por Sérgio Silva/Ponte Jornalismo
Foto por Sérgio Silva/Ponte Jornalismo
Foto por Sérgio Silva/Ponte Jornalismo
Foto por Sérgio Silva/Ponte Jornalismo

 

 

Por Sérgio Silva

Fonte: Ponte Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.