Liberdade, Respeito, Igualdade e Dignidade | Declaração Universal dos Direitos Humanos completa 70 anos

Foi num dia 10 de dezembro, há exatos 70 anos, que a Organização das Nações Unidas aprovou a Declaração Universal dos Direitos Humanos. O documento fora redigido no contexto do final da 2ª Guerra Mundial, conflito armado entre países que levou milhões de pessoas à morte por conta de sua religião, raça e nacionalidade. A Declaração — assinada pelos Estados-membros, entre eles, o Brasil — possui 30 artigos, estabelecidos para garantir liberdade, dignidade e igualdade entre homens e mulheres em todos os cantos do mundo.

Sete décadas depois, ainda estamos longe de assegurar tais princípios em sua plenitude. Pior, vemos cada vez mais pessoas que desdenham e diminuem a importância dos Direitos Humanos — algumas, inclusive, representantes eleitas pelo povo.

A luta para efetivar a Declaração Universal dos Direitos Humanos é uma luta de toda a sociedade, que avança sempre que cada um e cada uma de nós compreende a sua relevância. A Educação é uma dessas chaves que possibilita a evolução da sociedade e que todos e todas possam sem livres e iguais.

Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade.” (Artigo 1° da Declaração Universal dos Direitos Humanos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *