Povo Sem Medo de São Bernardo levanta acampamento após conquista e marcha por Lula Livre

 

No último domingo, 8 de abril, a Ocupação Povo Sem Medo de São Bernardo realizou a assembleia da vitoria e fez a entrega da cópia do acordo entre o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e o Governo do estado de São Paulo. Foram 7 meses e 7 dias de muitas histórias de luta, superação, vitória mas, sobretudo, de resistência.

As personalidades políticas, movimentos sociais e diversos colaboradores e parceiros que estiveram presentes na assembleia ouviram dos coordenadores a trajetória de entrada no terreno, o crescimento que denunciou a gravidade da especulação imobiliária, a escravização proporcionada pelo aluguel e o quanto a ocupação representou um retrato da sociedade brasileira que vem sendo durante golpeada.

As lideranças do MTST reforçaram o quanto resistir a todos esses obstáculos somada à construção da coletividade, fez toda a diferença para que os terrenos fossem conquistados. A Grande Marcha de 23 km, realizada em 2017, foi um dos momentos históricos que colaborou para que o diálogo com o Palácio dos Bandeirantes fosse iniciado de forma mais consistente.

A Povo Sem Medo de São Bernardo recebeu inúmeras visitas, inclusive internacionais e representou, nos últimos meses, um símbolo de resistência contra a condenação sem provas que ex-presidente Lula vem sofrendo. Vale ressaltar que na quinta-feira, 5 de março, Moro expedir uma ordem de prisão para que o ex-presidente se entregasse, fato que ocorreu no sábado, após uma celebração em homenagem à Dona Marisa Letícia.

Desde quinta-feira, a maior ocupação da América Latina realizou um campamento de resistência contra a prisão de modo que, no domingo, mesmo com a vitória dos terrenos, milhares de pessoas marcharam até a prefeitura de São Bernardo clamando por #LulaLivre e posicionando-se, mais uma vez, a favor da Democracia e ao lado certo da História deste país.

Acompanhando a Marcha, além dos coordenadores e aliados, a família de Lula esteve representada, inclusive, com a presença de sua filha, Lurian que, ao final agradeceu, emocionada, o apoio, a luta e, principalmente, a resistência que seguirá até liberdade.

O MTST reafirma a luta e que não cessará um momento enquanto a Democracia estiver sob a ameaça de condenações sem provas e prisões arbitrárias!
Nossa luta é por Direitos Sociais!

#LulaLivre
#MTST a luta é pra valer!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *