#OcupaPaulista recebe apoio durante toda a semana

Desde o início dessa semana pré-carnaval a Ocupa Paulista, com acampamento ainda fixado em frente ao escritório da Presidência da República na Avenida Paulista, recebeu inúmeras visitas e realizou diversas atividades culturais e aulas públicas.

A segunda-feira (20) já deu o ponta pé inicial para fortalecer a resistência do acampamento com a oficina de escrita criativa com Clara Averbuck e a aula púbnlica “Política e Futebol” com José Trajano, além das apresentações musicais de Barbara Sweet, do Bloco Cupinzero e do Bloco Aqui Não Tem Arrego.

Na terça-feira a ocupação foi ainda mais agitada, contando com duas oficinas, umas delas sendo a de dança com Julio Françoso, as aulas públicas do jornalista Israel do Vale e do Vereador Toninho Vespoli (PSOL/SP), a roda de conversa sobre creches de São Paulo, as apresentações musicais de OGI, Quilombo Cultural Ybira Samba e dos bloquinhos de carnaval, e para fechar o dia a exibição da sessão Resistência Cine, com “Maringhella”.

No dia 22 (quarta-feira) houve roda de conversa sobre violência doméstica; aulas públicas com Eleonora Menicucci; com os jornalistas do blog Justificando, abordando o tema “O Que Esperar do STF e da Justiça”; e com a Deputada Federal Jandira Feghali (PCdoB/RJ) sobre a Reforma da Previdência. Também aconteceu um sarau com o poeta Sérgio Vaz e por último o show com a banda Síntese.

Na quinta-feira foi a vez das aulas públicas com a Senadora Gleise Hoffmann (PT/PR) e o Senador Lindbergh Farias (PT/RJ); Bernardo Boris, abordando a Revolução Russa; Carina Vitral, a presidente da UNE (União Nacional dos Estudantes), explanando sobre direito à educação pública; e Paulo Teixeira. A cartunista Laerte também fez uma visita à ocupação.

O evento “Conheça e Contribua com o MTST” também aconteceu no dia 23. A intenção foi informar melhor todos aqueles interessados em participar mais ativamente das iniciativas do movimento, explicando os canais que estão abertos para a participação de todos e todas, assim como reforçar a importância da Ocupa Paulista. O encerramento do dia contou com o pocket show surpresa do Emicida, seguido das apresentações de Lay e Lorena Hollander.

Na manhã de sexta-feira foi organizada a Maratona Fora Temer, com o professor Rodolfo Sena. Em seguida, aconteceram as aulas públicas de Wagner Freitas, presidente nacional da CUT; do Pastor Ariovaldo, um dos articuladores da Frente Evangélica pelo Estado Democrático de Direito; do jornalista Breno Altman; do ex-ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro; e da filósofa e psicanalista, Alessandra Parente. Também aconteceram as apresentações musicais de Kivitz, Motim e Retirante Cosmico.

O MTST está trabalhando para manter o ritmo de atividades enquanto a ocupação permanecer na Avenida Paulista, pois dessa forma é possível mostrar todo o apoio que a luta representada pelo acampamento está recebendo, além de levar ainda mais conhecimento para todos os trabalhadores e trabalhadoras sem-teto que estão no local.

Lembrete:

As contribuições através da campanha de financiamento coletivo também ainda estão sendo recebidas, assim como é possível levar doações de alimentos não perecíveis, produtos de limpeza, barracas, colchões/colchonetes diretamente à Cozinha do acampamento.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *