MTST reivindica recursos para moradia popular e ocupa o Ministério das Cidades, em Brasília

Na tarde desta terça-feira, dia 3 de julho, cerca de 1.200 guerreiros e guerreiras do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto ocuparam o prédio do Ministério das Cidades, em Brasília, Distrito Federal. O MTST reivindica o aumento dos recursos destinados pelo Governo Federal para a moradia popular, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades.

A manifestação procurava abrir diálogo com Alexandre Baldy, ministro das Cidades, e questioná-lo sobre o avanço na contratação de novas unidades habitacionais. Eduardo Borges, coordenador do MTST no Distrito Federal, declarou que a questão foi apresentada ao ministério: “Queríamos conversar com o ministro, mas como ele não estava, nós apresentamos a pauta ao ministério, que demonstrou boas sinalizações sobre os questionamentos. Eles disseram que vão contratar em breve, para bater a meta”.

O programa federal, em sua faixa para as famílias que têm renda mensal abaixo de R$ 1.800, possui vários projetos organizados pelo MTST e outros movimentos da luta por moradia em processo de avaliação. Um desses projetos diz respeito à Ocupação Sol Nascente, no próprio DF. “Cerca de 1800 famílias buscam abrigo. A ideia é pedir o apoio do Ministério das Cidades, juntamente com o governo federal, para que o problema seja solucionado”.

 

 

*Com informações do Metrópoles

MTST, A LUTA É PRA VALER!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *