MTST faz ação simbólica em loja da Havan | Rede de apoiador da Reforma da Previdência deve milhões

Dono da rede de lojas contribui com o rombo nas contas públicas que é usado como desculpa para a Reforma da Previdência

Dezenas de militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto realizaram uma ação simbólica em uma das lojas da rede Havan, em São Paulo, nesta quinta-feira, 4 de julho. No protesto, carrinhos foram enchidos com mercadorias e, ao passar no caixa, as pessoas apresentaram um cheque (sem valor real) de R$ 168 milhões — valor da dívida que o empresário Luciano Hang, dono da rede, possui com a Receita Federal e o INSS.

Hang é apoiador do presidente Jair Bolsonaro desde os primeiros dias de campanha do então candidato do PSL. O empresário catarinense ganhou notoriedade ao comemorar com fogos a prisão (sem provas) do ex-presidente Lula, quando começou a atrair a atenção da sociedade para diversos atos — muitos esdrúxulos ou bizarros, como se fantasiar de imperador do Brasil — contra a esquerda, seus representantes e suas bandeiras.

Luciano Hang é uma das figuras públicas que mais empenho colocou para a aprovação da nefasta Reforma da Previdência de Bolsonaro e Paulo Guedes, que prejudica os mais pobres.

O objetivo da ação do MTST foi denunciar e expor a hipocrisia de caloteiros, como Hang, que defendem a Reforma da Previdência, mas devem milhões para os cofres públicos, causando um rombo que é usado como desculpa justificamente para a Reforma da Previdência.

MTST, A LUTA É PRA VALER!

Fotos por Mídia Ninja

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *