Com o apoio do MTST, despejo de 100 famílias é barrado em Guarulhos

Após muita luta e resistência ao longo de semanas, o despejo de 100 famílias carentes foi barrado em Guarulhos, município da Região Metropolitana de São Paulo. A decisão judicial suspendendo a remoção saiu nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, 2 de março, pelas mãos do magistrado Luiz Augusto Sales Vieira, e vale por 120 dias.

O MTST acompanhou e prestou apoio jurídico e logístico à comunidade Terra Prometida, no Jardim Bananal, que resistiu contra a reintegração de posse. Mais de 100 famílias não poderiam ser colocadas na rua sem qualquer alternativa que assegurasse suas condições de vida, ainda mais sob o agravamento do quadro da pandemia no país.

O proprietário, que reivindica a área, já havia sido indenizado para a construção do Rodoanel e para implementação de linhas de transmissão de energia no terreno. Ainda por cima, ele não comprovou que a área ocupada é realmente de sua propriedade.

O problema fundiário na região é imenso e, com a crise econômica, os moradores não têm condições de pagar aluguel.

MTST, A LUTA É PRA VALER!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *