Marcha – Ato Lula Livre

No último sábado (9), por volta de 12 horas, acampados de várias ocupações de São Paulo e do ABC, saíram em marcha de Ferrazópolis com destino ao sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, local onde o ex-presidente Lula fez o seu discurso e se reencontrou com o povo.

Guilherme Boulos também acompanhou a marcha, de quase 2 km, com bandeiras estendidas, cantoria e clima de festa e desabafo. Os militantes de todas as cores, credos e regiões, carregavam um sentimento de esperança com a liberdade de Lula e de um novo começo diante de tantos retrocessos do atual governo.

Voltar ao sindicato dos Metalúrgicos foi um ato simbólico devido à lembrança do ex-presidente, sendo cercado por uma multidão tentando impedi-lo de se entregar ainda estava viva na memória de todas aquelas pessoas.

É importante ressaltar que o dia 07/04/2018 representou uma das mais baixas manobras da oposição para mudar o cenário político à força, passando por cima de qualquer ideia de democracia, uma vez que, na época, Lula liderava as pesquisas de intenção de voto e, após ser preso, não pôde participar das eleições.

Agora, a multidão marchou de volta a São Bernardo em grande estilo, de punhos cerrados e muita vontade de luta, para um discurso de renovação de estímulo, reafirmando a importância de Lula Livre para o Brasil de hoje e confirmando, em alto e bom som, que a história se faz agora e é na rua que vamos virar esse jogo!

MTST, a luta é pra valer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *